Portugal participará do consórcio internacional que desenvolverá drones para monitorar desastres naturais

Drone de vigilancia desastres natuarais_Capa

A União Europeia e a Coreia do Sul vão investir 8,3 milhões de euros num projeto de criação de uma frota de drones para prever e combater situações de desastres naturais, onde a resposta seja mais rápida, eficaz e eficiente, e que conta com o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC -TEC) de Portugal, que será responsável pelas comunicações sem fios suportada por drones. Continue lendo…