Portugal e França querem uma negociação firme mas com abertura com relação ao Brexit

Foto de Augusto Santos Silva e Jean-Marc Ayrault

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, disse à Lusa, em Paris, que Portugal e França querem “uma negociação com firmeza, mas com espírito de abertura” da saída do Reino Unido da União Europeia.

O chefe da diplomacia portuguesa reuniu-se com o homólogo francês, Jean-Marc Ayrault, no ministério francês dos Negócios Estrangeiros, num encontro em que o ponto principal foi futuro próximo da Europa.

“No que diz respeito ao ‘Brexit’, nós entendemos também, quer Portugal, quer a França, que é preciso evidentemente conduzir uma negociação com firmeza, mas com espírito de abertura, de modo a que seja possível resolver o quanto antes a questão dos direitos dos cidadãos europeus na Grã-Bretanha e dos britânicos na Europa e a questão dos compromissos financeiros da Grã-Bretanha”, declarou Augusto Santos Silva no final do encontro.

O chefe da diplomacia portuguesa reiterou que “o que os britânicos estão a dizer é que, do ponto de vista deles, os compromissos que eles têm de cumprir são aqueles cujos pagamentos se fazem até 2019”, mas que “o mais correto” é que “os compromissos assumidos no quadro destas perspetivas financeiras 2014-2020 sejam pagos em 2017, em 2018, em 2019 ou em 2020”.

Os chefes da diplomacia portuguesa e francesa falaram, ainda, sobre “a integração europeia” e a “necessidade de a Europa assumir um papel liderante na agenda internacional porque há questões como a agenda do Clima, os objetivos do desenvolvimento sustentável que hoje dependem muito, na cena internacional, da liderança da Europa”.

Leia a matéria completa no site do DIÁRIO DE NOTÍCIAS.PT..

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *