Presidente de Portugal clama aos demais membros da UE por uma “solidariedade de fato”

Marcelo Rebelo de Sousa defendeu neste sábado, que foi o Dia da Europa e assinalou os 70 anos da “Declaração Schuman”, que o atual contexto exige “um verdadeiro sobressalto na alma européia” e uma União Européia com “solidariedade de facto” que corresponda ao sonho dos seus fundadores. Continue lendo…