Zona do Euro tem forte recuperação econômica

Bloco economico do Euro

Está em curso uma aceleração no crescimento da Zona Euro, onde a Alemanha apresentou a taxa mais baixa da região com crescimento de 4,1%, enquanto a Espanha cresceu 19,2%.


O desemprego no bloco da moeda única permaneceu em patamares mínimos nos últimos sete anos, considerando a base de Novembro. A Alemanha já anunciou o segundo aumento consecutivo na produção industrial e a confiança dos empresários franceses voltou a subir. Dados econômicos revelados na última segunfa-feira dia 09/01/2017 apontam para o retorno do crescimento da economia, no quarto trimestre, ao ritmo mais rápido desde 2011.

O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, tem repetido apelos aos governos para implementar reformas que reduzam o nível estrutural do desemprego e aumentem o potencial de crescimento econômico. Contudo, com os partidos que lideram os governos na Alemanha, França e Holanda a tentarem defender-se do crescimento dos movimentos populistas num ano em que decorrem eleições legislativas, a ação poderá ser limitada. “A taxa de desemprego deverá continuar a descer nos próximos meses”, afirma Holger Sandte, economista-chefe da Nordea para a Europa. Os indicadores de sentimento econômico “parece decentes e a menos que a política se atravesse no caminho o cenário para o mercado de trabalho não parece mau”. Na Itália, a taxa de desemprego subiu inesperadamente para um máximo de 17 meses em 11,9% em Novembro, o mês anterior ao referendo que provocou a demissão do primeiro-ministro Matteo Renzi.

Leia a matéria oficial no site da AICEP Portugal Global.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *