O estado do Paraná adotará o modelo português de gestão de resíduos sólidos

Encontro Governador Beto Richa e Carlos Martins

O governador Beto Richa recebeu na quinta-feira dia 16 de Março, no Palácio do Iguaçu, o Secretário de Estado de Ambiente de Portugal, Carlos Martins, para discutir a gestão de resíduos sólidos no Paraná. No encontro foi assinada parceria entre Paraná e Portugal para adoção do modelo português em gestão de resíduos. A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) irá liderar o projeto no Estado, que envolve também as secretarias de Meio Ambiente e Recursos Hídricos e do Desenvolvimento Urbano e o Instituto das Águas. Participaram da reunião o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, o diretor-presidente da Companhia Águas de Portugal, Antônio Frazão, e o presidente da Agência Regulara, Orlando Borges.

A parceria começou a ser sondada em visita de técnicos da Sanepar a países europeus que são referências em soluções para o problema do lixo. O modelo de Portugal inclui programas de educação ambiental, tratamento e separação dos resíduos e controle da emissão de gases poluentes. Em cinco anos, o país zerou o número de lixões.

O presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, disse que a expectativa do Governo do Estado do Paraná também é a de reduzir a zero a quantidade de lixões. Por isso, a escolha de Portugal como referência para a criação dessa estratégia. “O processo de tratamento, produção de gás e transformação em energia e a considerável diminuição de materiais destinados aos aterros vem ao encontro da nossa política de resíduos sólidos”, disse.

Além da qualidade ambiental, a gestão de resíduos sólidos que será adotada no Paraná prezará pela geração de renda e empregos, assim como o modelo português. As práticas de Portugal injetam, anualmente, 5.4 bilhões de Euros no País, geram 604 mil empregos e 700 kilowatts de energia, produzidas através da transformação dos gases gerados no processamento dos resíduos.

Para ser possível a implantação do modelo no Paraná, estão sendo feitas reuniões com os municípios para a formação de consórcios. Segundo o presidente da Sanepar, ainda este ano as primeiras ações já serão adotadas.

Leia a matéria completa no site da AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DO PARANÁ.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *