Museu Berardo Estremoz expõem maior e mais importante coleção de azulejos

Palacio Tocha Estremoz_PT

Foto: Câmara Municipal de Estremoz (Site e-Cultura.pt)



A “maior e mais importante coleção privada de azulejos” em Portugal vai ser apresentada no Alentejo e pode ser visita pelo público a partir do dia 26 de julho.

O Museu Berardo Estremoz, uma iniciativa conjunta da Coleção Berardo e da Câmara de Estremoz, abre as portas no histórico Palácio Tocha, um imóvel classificado, para apresentar “um notável conjunto de Azulejaria Espanhola e um vastíssimo acervo de Azulejaria Portuguesa, compreendendo todas as épocas e estilos”, revela o município alentejano.

“Composta por conjuntos azulejares ‘in situ’, património integrado na Quinta e Palácio da Bacalhôa (Azeitão) e no Palácio Tocha, e por mais de 4.500 exemplares móveis, datados do século XIII ao século XXI, a Coleção Berardo permite percorrer a secular História do Azulejo”, agora transportada para o Alentejo, através da exposição, “800 Anos de História do Azulejo”, comissariada pelos especialistas Alfonso Pleguezuelo e José Meco.

Segundo o historiador de artes decorativas, José Meco, “para além do magnífico conjunto de azulejaria levantina e sevilhana, a Coleção Berardo possui um vastíssimo acervo de azulejaria portuguesa”.

Compreende “todas as épocas e tendências”, sendo que uma larga seleção é exposta em Estremoz, estando outras partes desta coleção, em exposição no “Monte Palace Madeira (Funchal), na Aliança Underground Museum (Sangalhos), no Bacalhôa Buddha Eden (Bombarral), na Bacalhôa Adega Museu (Azeitão), juntamente com o precioso conjunto pertencente à Quinta e Palácio da Bacalhôa”, refere este representante da Academia Nacional de Belas Artes.

Leia a matéria completa no site da e-Cultura.PT.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *