Governo do Paraná propõe isenção de IPVA e ICMS para carros elétricos

BMW Eletrico

Foto: Conexão Planeta



O Brasil ainda está muito longe de pensar em um futuro, ou sequer, um presente elétrico. Segundo dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVS), em 2018, apenas 0,02% da frota de 2 milhões de automóveis do país era movida por esse tipo de energia. Em números reais, isso significa algo em torno de 8 mil unidades, incluindo aí carros, ônibus e caminhões.

Até hoje, não houve vontade do governo federal em estimular o consumidor a trocar os veículos movidos a diesel e a gasolina pelos elétricos, ao contrário de um movimento que ganha cada vez mais espaço ano a ano no mundo.

Atualmente, no Brasil, os modelos com tecnologia elétrica disponíveis no mercado têm um custo altíssimo. Os preços dos mais baratos variam entre R$ 150 mil e R$200 mil.

Mas o governo do Paraná quer mudar esse cenário. Na semana passada, o governador Carlos Massa Ratinho Jr. anunciou o envio para a Assembleia Legislativa de um projeto de lei para zerar a alíquota do IPVA para usuários de carros elétricos. Além disso, ele mandou um pedido ao Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) solicitando a isenção do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na aquisição dos veículos elétricos.

Atualmente os paranaenses pagam uma alíquota de 3,5% de IPVA. “A ideia é diminuir cada vez mais o preço dos veículos elétricos e torná-los mais acessíveis à população”, disse Ratinho Jr. “Estamos trabalhando antenados naquilo que o mundo vem fazendo. A busca de soluções sustentáveis é uma realidade com o uso de carros que poluem menos”, enfatizou.

Previsões de especialistas apontam que, globalmente, o número de carros elétricos nas ruas triplicará nos próximos dois anos. Segundo a International Energy Agency (IEA), a expectativa é que aconteça um salto de 3,7 milhões de veículos para 126 milhões em 2030.

No ano passado, o Brasil ganhou a primeira rodovia com pontos para recarga de carros elétricos, um trecho de 430 km, com seis postos de recarga gratuita entre São Paulo e Rio de Janeiro.

Os postos estão localizados a uma distância de cerca de 122 km entre eles, nas cidades de Guararema, São José dos Campos, Guaratinguetá e Queluz (todas no estado de São Paulo) e Piraí, no Rio de Janeiro.

A iniciativa é das empresas BMW Brasil e Energias de Portugal (EDP), parceiras neste projeto.

O tempo estimado para uma recarga de 80% da bateria é de 25 minutos. Dois automóveis podem ser recarregados ao mesmo tempo em cada posto.

O Paraná também já tem uma “eletrovia”. São oito postos com recarga elétrica na BR-277, ligando Paranaguá, no litoral, a Foz do Iguaçu, no oeste do estado.

Leia a matéria completa no site da CONEXÃO PLANETA.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *