‘Franchising’ em Portugal gera 5,5 bilhões de euros e 130 mil postos de trabalho

Franchising em Portugal gera 5,5 bilhoes de euros

Foto do site Go Franchising.PT


Foto do site Go Franchising.PT

As empresas de ‘franchising’ em Portugal representaram em 2017 cerca de 2,84% do PIB Português, empregaram 129.280 pessoas e geraram um volume de negócios de 5,5 bilhões de euros. Os dados constam do estudo Censo do Franchising 2017, realizado anualmente pelo Grupo IFE e hoje conhecido, que demonstra também que os postos de trabalho nas 610 empresas de ‘franchising’ existentes em 2017 no país correspondiam a 2,72% do emprego nacional.

Acresce que, neste período “o setor do ‘franchising’ registrou um crescimento nos principais indicadores de atividade quando comparados com período homólogo”, observa o grupo que fez o relatório, aludindo ao aparecimento de 40 novas marcas a operar em Portugal e aos 11.830 novos postos de trabalho.

Estes fatores “contribuíram para o aumento do volume de negócio em 324 milhões”, assinala.

Tanto nas novas, como em todas as companhias existentes, predomina o setor dos serviços, seguindo-se o comércio e a restauração, tendência que “se tem mantido ao longo dos últimos anos”, segundo o estudo.

Além disso, 66% do total de empresas do setor são marcas portuguesas, sendo as restantes estrangeiras, principalmente espanholas (que equivalem a 17,9% do total).

Apesar de reconhecer o peso das companhias portuguesas, Carlos Santos destacou “o interesse” de outros países, nomeadamente de Espanha, que vê Portugal como “um mercado natural de expansão, desde logo pela proximidade”, e do Brasil, que chega a Portugal com o intuito de expandir-se na Europa.

O responsável estimou que esta “tendência de crescimento” continuará nos próximos anos. Até porque, “neste primeiro semestre do ano, pela nossa percepção, entraram novas marcas no setor, com alguma notoriedade”, observou.

O estudo demonstra ainda que “os negócios de baixo investimento, ou seja, até 25 mil euros, continuam a dominar o universo do ‘franchising’”, equivalendo a 43,6% do total, isto apesar de o escalão entre os 25 mil e os 50 mil ter crescido 4% em 2017 face ao ano anterior.

O documento vai ser apresentado no âmbito do evento Expofranchise, que decorre na Altice Arena, em Lisboa.

Leia a matéria completa no site da AICEP Portugal Global.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *