Exportação de soja através do Corredor Leste de Paranaguá aumentou em 232%

SojaParanagua_2021_Main

(Foto: Cláudio Neves/Portos do Paraná)



O volume de soja exportado pelo Corredor de Exportação Leste do Porto de Paranaguá (Corex) aumentou quase 232% nos dois últimos meses. O volume exportador em janeiro foi de 30.000 toneladas, em fevereiro foi de 494.899 toneladas e em março chegou a 1.641.938 toneladas.

“A tendência é intensificar cada vez mais. Nossa expectativa é que o volume de soja exportado este ano seja tão grande quanto foi no ano passado”, diz o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. “Apesar de estar começando mais tarde, temos certeza de que a eficiência dos operadores e os investimentos permanentes na estrutura pública de escoamento vão compensar ao longo do ano”.

Segundo ele, este ano, devido ao atraso da colheita da soja por questões climáticas, o produto acabou chegando nos portos mais tarde. Foram exportadas 2.166.837 toneladas do granel no primeiro trimestre pelo complexo que integra os silos públicos e nove terminais privados.

SojaParanagua_2021_Second

(Foto: Cláudio Neves/Portos do Paraná)



Em comparação com 2020, no primeiro trimestre do ano passado, foram exportadas pelo Corex cerca de 4.721.471 toneladas de produtos. De soja (grão), 3.348.522 toneladas; de farelo de soja, 1.075.147 toneladas; e de milho 297.802 toneladas.

Este ano de 2021, com um novo terminal conectado ao complexo Oeste, o volume dos produtos exportados foi 68,5% maior que o registrado no mesmo período em 2020 – 221.532 toneladas exportadas de soja, em grão e farelo.

Leia a matéria completa no site da AEN – Agência de Notícias do Paraná.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta