Consórcio STCP-BIOMTEC estão desenvolvendo um projeto de siderúrgica sustentável



O Consórcio STCP-BIOMTEC, parceria da STCP com a BIOMTEC, está desenvolvendo a Estratégia de incentivo à Sustentabilidade Econômica, Social e Ambiental da Siderurgia Brasileira, com uso de carvão vegetal, para o PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. O objetivo é incentivar à produção de carvão vegetal promovendo a redução das emissões de gases de efeito estufa, evitar o desmatamento de florestas nativas, aumentar a competitividade do setor siderúrgico brasileiro em uma economia de baixo carbono na produção de aço, ferro-gusa e ferroligas com uso de carvão vegetal de florestas plantadas no estado de Minas Gerais.

Após a finalização dos trabalhos, que têm abrangência nacional, com foco no estado de Minas Gerais, o Consórcio irá apresentar a estratégia de viabilização da siderurgia a carvão vegetal a ser implementado no Brasil, e o plano de ação para sua realização.

O Acordo de Paris, em vigor desde 2016, prevê que os países signatários diminuam suas emissões de gases de efeito estufa, levando em consideração suas condições econômicas e sociais. Em sua Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC), o Brasil se comprometeu a reduzir, até 2025, 37,5% de suas emissões em comparação com dados de 2005.

Com o objetivo de unir esforços para reduzir a emissão de gases estufa do processo produtivo do carvão vegetal sustentável, bem como de seu uso pelo setor siderúrgico, o PNUD no Brasil implementou o Projeto Siderurgia Sustentável, sob a coordenação técnica do Ministério do Meio Ambiente – MMA e com recursos do Fundo para o Meio Ambiente Global -GEF, o projeto incentiva processos, tecnologias e arranjos produtivos inovadores e mais eficientes para a produção de carvão vegetal advindo de florestas plantadas e para seu uso na siderurgia brasileira.

Além disso o Projeto Siderurgia Sustentável se alinha aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS. Os resultados contribuirão de maneira mais efetiva para o ODS 7 – Energia Limpa e Acessível; ODS 8 – Trabalho decente e crescimento econômico; ODS 9 – Indústria, Inovação e Infraestrutura; ODS 12 – Consumo e Produção Sustentáveis; e ODS 13 – Ação contra a Mudança do Clima.

A STCP é signatária do Pacto do Global e suas estratégias e operações estão alinhadas aos 10 princípios universais nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção e presta serviços que contribuem para o enfrentamento dos desafios da sociedade.

Leia a matéria completa no site da STCP Consultoria, Engenharia e Gerenciamento.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *