CCBP-PR levou empresários a conhecerem as vantagens competitivas da energia fotovoltaica em evento com especialista da ENGIE na ACP

Evento ENGIE_01

Da esquerda para a direita, Sr. Mauro Vesaro (Palestrante da ENGIE), Sr. Odone Fortes Martins (Vice-Presidente da ACP), Dr. Antônio F. C. Athayde (Presidente da CCBP-PR), Sr. Adriano Fonseca (Vice-Presidente da CCBP-PR) e Sr. João E. A. Camargo Gomes (Foto: ACP).



Em evento da Câmara de Comércio Brasil Portugal Paraná (CCBP-PR), realizado no dia 15/08/19, em parceria com o Conselho de Comércio Exterior e Relações Internacionais (Concex/RI) na ACP (Associação Comercial do Paraná), o Sr. Mauro Vesaro, Coordenador Comercial da ENGIE, mostrou, em sua palestra, os diversos benefícios da energia fotovoltaica para empresas.

O Sr. Odone Fortes Martins, Vice-Presidente da ACP e editor do Diário Indústria & Comércio (principal jornal impresso do Paraná), abriu a reunião dando as boas-vindas. Na sequência, o Dr. Antônio Francisco Corrêa Athayde, Presidente da CCBP-PR apresentou a CCBP-PR e o palestrante da ENGIE, bem como abriu a palavra para os demais convidados se apresentarem.

Evento ENGIE_02

Apresentação da Sra. Dora Guelmann, empresária da indústria de confecções de vestuário e coordenadora do Conselho da Mulher Empresária (CME) da ACP. Ao lado direito dela estão os representantes da Ademilar. E, ao lado esquerdo dela, estão, entre outros, a Sra. Gladys França e a Sra. Sônia Gama Ruberti Birskis (Foto: ACP)



Entre os empresários que compareceram ao evento, estavam presentes representantes da ILOG, Tegape, Totvs, Exago (empresa portuguesa que se instalou este ano na Região Metropolitana de Curitiba, a sua primeira sede no Brasil), Ademilar, IDK, ABINEE PR/SC, AEZEA, Licita Brasil, Britcham, IRIP, POB Consultoria Empresarial, Athayde Advogados Associados, J. Camargo Corretora de Seguros, Koala Energy, Sindilivros PR, Corridoni Móveis, Banrisul, Restaurante Lisboa, entre outros.

Após os participantes se apresentarem, o representante da ENGIE iniciou a sua palestra sobre a ENGIE e geração solar distribuída.

Evento ENGIE_03

Palestra do Mauro Vesaro, Coordenador Comercial da ENGIE (Foto: ACP)



A ENGIE é um grupo empresarial de origem francesa. Presente em mais de 70 países e com mais de 150 mil colaboradores, ela é a maior produtora independente de energia do mundo. A ENGIE atua nos setores de geração de energia, eficiência energética e tecnologia digital, desenvolvendo negócios baseados em um modelo de crescimento sustentável. Assim, procura viabilizar o acesso à energia sustentável, a mitigação e adaptação às mudanças climáticas, a segurança de suprimento e o uso racional dos recursos naturais. São esses os maiores desafios da transição energética para uma economia de baixo carbono.

O Sr. Mauro Vesaro, Coordenador Comercial da ENGIE mostrou diversos cases, no Brasil, de empresas que se beneficiaram economicamente ao migrarem para o sistema de energia fotovoltaica, entre as quais mencionou restaurantes, supermercados, veículos movidos a energia solar, estações de tratamento de esgoto, descontos no IPTU para construtoras que implantarem painéis solares.
Segundo relatório da Wood Mackenzie, o palestrante observou, a energia solar deve crescer 17,5% este ano no mercado global. Ciente desse mercado promissor, a Copel (Companhia Paranaense de Energia) pretende investir em geração distribuída de energia. No Brasil, os sistemas de geração solar distribuída dobraram no primeiro semestre de 2019.

Na sequência, o orador da ENGIE mostrou como a geração solar distribuída é uma tendência no mundo, pois ela serve para diversificar a matriz energética, oferece oportunidade de domínio tecnológico, bem como busca minimizar impactos ambientais. Nos últimos anos, os benefícios socioeconômicos com a geração e utilização dessa fonte energética renovável têm sido muito positivos e nítidos em países como o Japão, EUA e Alemanha.

E, no Brasil, as resoluções normativas nesse setor são recentes, mas devem evoluir gradualmente para prestigiar cada vez mais o uso dessa fonte de energia tão abundante e mal aproveitada no país. Os retornos sobre investimentos são bem superiores com energia fotovoltaica, e os custos bem inferiores. E, em um país tão ensolarado como o Brasil, o empresário poderá, então, servir-se dessa tecnologia para fortalecer-se e, assim, ocupar o seu devido lugar ao sol.

Evento ENGIE_04

Empresários trazidos pela CCBP-PR ouvem atentamente a palestra da ENGIE (Foto: ACP)



Caso deseje, entre em contato conosco para obter maiores informações, se preferir associe-se a nossa câmara como pessoa jurídica, ou associe-se como pessoa física a nossa câmara.

CÂMARA DE COMÉRCIO BRASIL PORTUGAL DO PARANÁ

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *