Blockchain reúne sistema empresarial português e entidades públicas numa nova aliança

Alianca Portuguesa Blockchain

A Aliança Portuguesa de Blockchain é uma coligação de empresas, academia e entidades governamentais que procuram aumentar o conhecimento sobre Blockchain, uma tecnologia emergente que ganha cada vez mais tração em todo o mundo e nos mais variados setores econômicos.

Promovida pela CIONet Portugal, a iniciativa pretende que “todos os intervenientes da economia portuguesa estejam o mais bem preparados possível para a revolução que esta tecnologia implicará em grande parte dos setores econômicos”, explica Rui Serapicos, Managing Partner da CIONet Portugal, em entrevista ao Sapo Tek.

“Em paralelo, a Aliança tem como objetivo incentivar o desenvolvimento de soluções baseadas em Blockchain de origem nacional”, afirma, defendendo que “Portugal não deve ficar atrás, tem de procurar aquilo que será o futuro e posicionar-se como um líder nesta área”.

O responsável explica também que a Aliança Portuguesa de Blockchain irá acionar várias iniciativas ao longo deste ano para promover o conhecimento sobre este paradigma emergente.

Uma dessas iniciativas será um roadshow que vai chegar a alunos do ensino superior e associações empresariais do país de modo a que tanto os estudantes como o tecido empresarial possam ficar a conhecer melhor os benefícios do Blockchain e para que descubram novas formas de trabalhar com esta tecnologia ou mesmo implementar ou desenvolver soluções para aumentarem a competitividade do seu negócio.

Outra das iniciativas são os Blockchain Challenges que consistem em desafios criativos e tecnológicos com base em “distributed ledgers” e que serão “orientados para vários setores, como banca, seguros ou retalho, por exemplo”, e que procuram responder a uma ou mais necessidades identificadas nesses setores e que o Blockchain pode ajudar a resolver.

Por fim, perto do final do ano, a Aliança vai promover uma conferência onde serão apresentadas as soluções e atividades desenvolvidas pelos participantes ao longo do ano, para além de um painel de debate em torno das conclusões e projetos desenvolvidos no contexto da iniciativa.

Para além da CIONet, existem outras entidades que já estão envolvidas nesta aliança como o IAPMEI, a AICEP, a IBM e a IP Telecom, como parceiros tecnológicos.

A nível acadêmico, a Aliança conta com a parceria da Católica Lisbon School of Business & Economics, a Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP), o Instituto Superior Técnico, ISEG e a Universidade Lusófona, bem como a Porto Business School.

Rui Serapicos afirma que “a Aliança está em fase de crescimento”, acreditando que “outras empresas e associações irão suportar ou mesmo apoiar os Blockchain Challenges”.

Leia a matéria completa no site da SAPO TEK.PT.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *