DE PORTUGAL

A Câmara de Comércio Brasil Portugal Paraná apresenta alguns dados mercadológicos sobre Portugal


DADOS GEOGRÁFICOS E DEMOGRÁFICOS

Conforme informações constantes no site da Wikipédia, a República Portuguesa, usualmente chamada apenas de Portugal, é um país soberano unitário localizado no Sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. O território português tem uma área total de 92 090 km², sendo delimitado a norte e leste por Espanha e a sul e oeste pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Portugal é a nação mais a ocidente do continente europeu e seu nome provém da sua segunda maior cidade, Porto, cujo nome latino-celta era Portus Cale.

Portugal é um país desenvolvido, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) considerado como muito elevado. O país foi classificado na 19.ª posição em qualidade de vida (em 2005), tem um dos melhores sistemas de saúde do planeta e é também uma das nações mais globalizadas e pacíficas do mundo. É membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (incluindo a Zona Euro e o Espaço Schengen), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Portugal também participa em diversas missões de manutenção de paz das Nações Unidas.

O território é dividido no continente pelo rio Tejo, seu principal rio. A norte, a paisagem é montanhosa nas zonas do interior com planaltos, intercalados por áreas que permitem o desenvolvimento da agricultura. A sul, até ao Algarve, o relevo é caraterizado por planícies, sendo as serras esporádicas. Outros rios principais são o Douro, o Minho e o Guadiana, que tal como o Tejo nascem na Espanha. Entre os rios que têm todo o seu percurso no território Português temos o Vouga, o Sado, o Zêzere e o maior, o Mondego (estes últimos nascem na Serra da Estrela, a montanha mais alta de Portugal Continental — 1 993 m de altitude máxima, e a 2.ª mais alta de Portugal — apenas atrás da Montanha do Pico, nos Açores).

As ilhas dos Açores estão localizadas no rifte médio do oceano Atlântico, sendo que algumas das ilhas tiveram atividade vulcânica recente: São Miguel em 1563, e Capelinhos em 1957, que aumentou a área ocidental da Ilha do Faial. O Banco D. João de Castro é um grande vulcão submarino que se situa entre as ilhas Terceira e São Miguel e está 14 metros abaixo da superfície do mar. Entrou em erupção em 1720 e formou uma ilha, que permaneceu acima da tona de água durante vários anos. Uma nova ilha poderá surgir num futuro não muito distante. O ponto mais alto de Portugal é a Montanha do Pico na Ilha do Pico, um vulcão que atinge 2 351 m de altitude.

As ilhas da Madeira, ao contrário dos Açores que se situam na área do rifte médio do oceano Atlântico, estão situadas no interior da placa africana e a sua formação deve-se à atividade de um ponto quente não relacionado com a circulação tectônica. Esta situação de estabilidade e localização no interior da placa tectônica leva a que este seja o território do país menos sujeito a sismos.

A costa portuguesa é extensa: tem 1 230 km em Portugal continental, 667 km nos Açores, 250 km na Madeira onde se incluem também as Ilhas Desertas, as Ilhas Selvagens e a ilha do Porto Santo. A costa formou belas praias, com variedade entre falésias e areais. Na ilha do Porto Santo uma formação de dunas de origem orgânica (ao contrário da origem mineral da costa portuguesa continental) com cerca de 9 km é um ponto turístico muito apreciado internacionalmente. Uma característica importante na costa portuguesa é a ria de Aveiro, estuário do rio Vouga, perto da cidade de Aveiro, com 45 km de comprimento e um máximo de 11 km de largura, rica em peixe e aves marinhas. Existem quatro canais, entre estes várias ilhas e ilhotas, e é onde quatro rios encontram o oceano. Com a formação de cordões litorais definiu-se uma laguna, vista como um dos elementos hidrográficos mais marcantes da costa portuguesa. Portugal possui uma das maiores zonas económicas exclusivas (ZEE) da Europa, cobrindo cerca de 1 683 000 km².

Segundo o site Sua Pesquisa.com, Portugal possui cerca de 10,6 milhões de habitantes (estimativa 2014), dos quais 50% é considerada população economicamente ativa (Dados esses fornecidos pela AICEP. Nota-se como característica que o litoral exerce atração sobre o interior, e o centro e o norte sobre o sul. O interior de Portugal, especialmente o Sul, tende a ficar cada vez mais escassamente povoado. No país existem diversas aldeias onde só quem ficou foram os idosos, pois todos os jovens migraram para outras áreas dentro de Portugal ou para outros países da comunidade européia. No gráfico abaixo é possível ver a dispersão demográfica de Portugal em seus distritos.

Densidade demográfica de Portugal

Os dados sobre a composição genética dos portugueses apontam para a sua fraca diferenciação interna e base essencialmente continental europeia paleolítica. É certo que houve processos dêmicos no Mesolítico (provável ligação ao Norte de África) e Neolítico (criando alguma ligação com o Médio Oriente, mas bastante menos do que noutras zonas da Europa), tal como as migrações das Idades do Cobre, Bronze e Ferro contribuíram para a indo-europeização da Península Ibérica (essencialmente uma «celtização»), sem apagar o forte caráter mediterrânico, particularmente a sul e leste. A romanização, as invasões germânicas, o domínio islâmico mouro, e a presença judaica terão tido igualmente o seu impacto e a sua contribuição dêmica. Podem mesmo listar-se todos os povos historicamente mais importantes que por Portugal passaram e/ou ficaram: as culturas pré-indo-europeias da Ibéria (como Tartessos e outras anteriores) e seus descendentes (como os cónios, posteriormente «celtizados»); os protoceltas e celtas (tais como os lusitanos, gallaici, celtici); alguns poucos fenícios e cartagineses; Romanos; Suevos, búrios e visigodos, bem como alguns poucos vândalos e alanos; alguns poucos bizantinos; Berberes com alguns árabes e saqaliba (escravos eslavos); Judeus sefarditas; africanos subsarianos; fluxos menos maciços de migrantes europeus (particularmente da Europa Ocidental). Todos estes processos populacionais deixaram suas marcas, algumas fortes outras apenas vestigiais, mas a base genética da população é relativamente homogénea, assim como no resto da Península Ibérica, mantendo-se a mesma nos últimos quarenta milênios.

Abaixo apresentamos uma tabela com os dados demográficos das maiores cidades Portuguesas.

Municípios mais populosos de Portugal

Segundo informações do site Sua Pesquisa.com, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M) Português é 0,830, considerado médio alto para alto pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O Índice Gini foi mediano no valor de 38,5 (dados oficiais de 2007).

DADOS ECONÔMICOS E COMERCIAIS

Segundo informações do site TRADING ECONOMICS, em 2015 Portugal obteve um PIB nominal de US$ 198,93 bilhões. Abaixo apresentamos um quadro onde são apresentados os principais números do PIB Português em 2015, bem como os sub-setores que compõem o PIB nominal de Portugal.

Visão geral do PIB de Portugal

Sendo que os produtos mais importantes dentro desses principais sub-setores do PIB são:

  • Produtos Agrícolas: trigo, milho, batata, tomate, uva, azeitonas.
  • Pecuária: bovinos, suínos, ovinos, aves.
  • Mineração: cobre, urânio, granito, calcário, mármore.
  • Indústria: vestuário, têxtil, química, produtos eletroeletrônicos (domésticos).

No gráfico a seguir podemos observar a evolução do PIB nominal Português nos últimos anos.

PIB de Portugal

O renda per capita dos Português em 2015 atingiu o patamar de US$ 21 961 e a evolução desse índice nos últimos anos pode ser vista no gráfico abaixo.

PIB per capital de Portugal

O último PIB oficialmente registrado (datado de 2013) dos distritos portugueses foi conforme a tabela abaixo:

PIB Distritos Portugueses
*Fonte: AICEP Portugal Global

DADOS DE PORTUGAL NO COMÉRCIO EXTERIOR (EXPORTAÇÃO E IMPORTAÇÃO)

Na tabela abaixo é possível observar a balança comercial e os montantes em valores negociados por Portugal em Dólares Norte-Americanos (USD) ao longo do ano de 2015.

Balança Comercial de Portugal em 2015
*Fonte: MDIC – Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços

Na figura abaixo apresentamos a distribuição geográfica das exportações e das importações de Portugal em percentual no ano de 2015.

distribuicao-geografica-das-exportacoes-e-importacoes-de-portugal-2015

Caso deseje alguma informação adicional entre em contato conosco para obter maiores informações, se desejar se associe como pessoa jurídica, ou se associe como pessoa física a nossa câmara.

CÂMARA DE COMÉRCIO BRASIL PORTUGAL DO PARANÁ

Comentários estão encerrados.